/ Poemas / BEIJAR-TE!

Tamanho da letra

00/00/0000
BEIJAR-TE!
Beijar-te!

Beijo-te com lábios cálidos,
E mãos frias;
Beijo-te na boca com sentimentos ávidos
Entre feições macias.

Beijo teu rosto,
Beijo tua alma,
Beijo-te, e é como se estivesse beijando a mim mesmo
Pois beijar-te é revigorar-me, vicejar-me, aflorar-me...

Beijar-te é como queda-livre para cima 
E contemplar estrelas caindo;
Beijar-te é como apoteose silenciosa por dentro,
E fora, como perceber anjos sorrindo.

Beijar-te me robustece, e me enfraquece
Me acalma e me excita,
Me gela e me aquece
Me amortece, e em antítese, me levanta, me ressuscita.

Beijo teu rosto,
Beijo tua boca,
Beijo tua alma,
Beijo-te, e é como se estivesse beijando a mim mesmo
Pois beijar-te é revigorar-me, vicejar-me, aflorar-me...

Beijar-te é como tocar o céu sem sair do chão,
Como extasiar-se com sinfonia sem canção,
Como revoada de borboletas fora de estação,
Como beber água do paraíso ? doce alucinação.

O teu beijo tem gosto de manhã fresca
E de mel destilando-se dos montes
Tem gosto de esperança
E o refrigério das fontes.

Beijo teu rosto,
Beijo tua boca,
Beijo tua alma,
Beijo-te, e é como se estivesse beijando a mim mesmo,
Pois beijar-te é revigorar-me, vicejar-me, aflorar-me...

São José do Rio Preto
13/04/2011
Outono


Compartilhe


Comentários
Deixe seu comentário
Pesquise no site: