/ Crônicas e Histórias / Pra que Serve uma Relação?

Tamanho da letra

00/00/0000
Pra que Serve uma Relação?
Primeiro penso que definir rela????o ?? de uma complexidade enorme. ?? f??cil de definir e ao mesmo tempo indefin??vel, indecifr??vel. 

O velho Aureli??o define rela????o como capacidade de relacionar-se, conviver, liga????o, vincula????o. 

Mas da?? o cora????o diz que rela????o ?? coisa que n??o se explica assim t??o facilmente. 

Rela????o ?? friozinho na barriga e fogar??u no cora????o... 

?? calma num abra??o e vulc??o de desejo que se deseja conter... 

?? m??o que se d?? e alma que se abra??a. Tolo ?? o que pensa que rela????o ?? s?? coisa de pele, coisa de carne. ?? isso tamb??m, mas ?? muito mais. Rela????o ?? v??nculo de alma! 

?? joelho que bambeia cedendo no in??cio da paix??o e vontade que se tem que ceder muitas vezes depois...abnega????o... 

?? rom??ntica sem ser exacerbadamente rom??ntica. Porque pode se ser rom??ntico sem ter uma vis??o rom??ntica da vida com seus ???des-romances??? da cotidianidade. Parece paradoxo, mas ser rom??ntico e ter uma vis??o rom??ntica da vida s??o coisas distintas. Ser rom??ntico ?? crer e ter convic????o do romantismo que se est?? em si e do que romance que vive com a vida. J?? ter uma vis??o rom??ntica da vida ?? crer no suposto romantismo de outros e isso pode ser armadilha. Simplismo que mata. Ingenuidade que v?? romantismo naqueles que estra??alham as flores da exist??ncia... 

Portanto entenda! Rela????o pode ser mel, mas pode ter seus momentos de fel. E nem por isso deixar de ser rom??ntica quando os dois rom??nticos n??o t??m a tal vis??o exacerbada de romantismo vivencial ??? o que faz com que pensem que o romance deixou de ser romance devido a um ???des-romancezinho??? frugal do dia-a-dia, da TPM e da TPP( Tens??o Pr??-Pagamento). 

Rela????o ?? pipoca no cinema e ???empipocar-se??? como pessoa, mostrar o que h?? por dentro da casca exterior. Isso porque rela????o nos deixa nus, nos desnuda, devassa as nossas capas... 

Ningu??m entra numa rela????o pra se manter no escuro, pra permanecer inc??gnito. Rela????o acaba por revelar quem n??s somos, quem-??-quem, mesmo que alguns queiram se esconder.Tolice. Pode n??o revelar no claro, mas sem d??vida revela nas sombras. Quem pensa que engana numa rela????o ?? que se engana num enganar desenganado. O maior engano ?? o engano que n??o confessa seus des-enganos, que pensa que est?? enganando quando ?? o maior enganado. 

Prefiro uma rela????o pra mostrar quem sou sem enganos! Des-enganando-me a mim mesmo! 

E veja! Tamanha a indefinitude de uma rela????o ?? que s?? ela em certo est??gio contraria todas as f??sicas fazendo de duas pessoas uma s??. Fazendo de duas uma s?? carne. Fundindo duas identidades. Amalgamando duas almas... 

Doce e intrigante metaf??sica! 

Coisa f??sica que leva ao metaf??sico. Coisa terrena que leva ao c??u. Coisa abstrata que concretiza a plenitude do ser. Coisa forte que leva ?? boa-fraqueza que ?? a ren??ncia e coisa aparentemente fr??gil que faz brotar as maiores for??as do ??mago! 

E diz Salom??o, rela????o ?? dupla recompensa, ?? m??o que levanta, ?? sarrafo que sustenta, ?? jun????o que aquece o frio e arrefece a solid??o. 

?? duplicidade de ideais, ?? for??a que prevalece, ?? batalha que se vence, ?? la??o que dado em Deus n??o se rebenta, assegurando perpetua????o, mas que fora d???Ele pode ser n??-cego que esgar??a a alma e encravelha, dilacera o cora????o. 

?? c??us! Partilho da perplexidade de Agur: 

???H?? tr??s coisas que s??o maravilhosas demais para mim, sim, h?? quatro que n??o entendo: 

o caminho da ??guia no c??u, o caminho da cobra na rocha, o caminho do navio no meio do mar, e o caminho do homem com uma mo??a???. 

Posso chegar ?? conclus??o ent??o, de que rela????o que ?? rela????o talvez seja caminho que n??o deixa vest??gios, que vence os obst??culos, as crises, as brigas, as solapadas da vida sem deixar marcas, assim como o v??o da ??guia, o caminho do navio e o meneio da serpente. ?? caminho gracioso. Caminho que se delicia em seu pr??prio caminhar e que delicia quem o v??!

Algo pode ser mais belo? Mais sutil? 

Talvez seja o caminho id??lico do amor, cujas flores precedem deixando cheiro de gra??a no ar e cujo romance implode as pedras que obstaculizam a caminhada... 

Rela????o ?? coisa que n??o se entende direito em suas complexidades e vicissitudes porque ?? coisa maravilhos??ssima! E essas coisas n??o se devem buscar entender, e sim viver! 

Yeshua Shalom!

Paulo
14/04/07 



Paulo


Compartilhe


Comentários
Deixe seu comentário
Pesquise no site: